14 de julho de 2006

O Voto

Mais uma contribuição que deixei na comunidade Educação:

Para nos preparar para a eleição tão próxima, Leiam o texto "A Ilusão do Sufrágio Universal" de Bakunin. Trecho em:
http://www.espacoacademico.com.br/016/16bakunin.htm

de onde destaco este pedacinho:
"Como se pode esperar que o povo, oprimido pelo trabalho e ignorante da maioria dos problemas, supervisione as ações de seus representantes? Na realidade, o controle exercido pelos eleitores aos seus representantes eleitos é pura ficção, já que no sistema representativo, o controle popular é apenas uma garantia da liberdade do povo, é evidente que tal liberdade não é mais do que ficção."

E comparem com este trecho que aparece no texto "Por que continuo a ser monarquista" de Joaquim Nabuco (que li na revista História Viva nº15):

"Sob a forma republicana, nunca um partido cairá do poder senão pela revolução. Só do campo da guerra civil, das barricadas das cidades, poderão surgir novas situações políticas. O voto não vale nada."
Postar um comentário

Pesquisa