18 de fevereiro de 2006

"Efeito: Eu, Conceito: você"

Se não posso te convencer
Neste baile de máscaras
Ouso ser sincero
Confesso o que quero

Eu desejo um dia lindo
Todos os dias
Para admirar o que há de belo
Para descobrir a beleza secreta
A beleza mesma - escondida
Num dia nublado
A beleza mesma
Brilhando numa noite azul
A beleza real
Que habita em qualquer lugar
Floresce em toda campina
& alegra rneu coração tão triste!

Estou assim andando a esmo
Sou tropeiro mesmo
Vou tropeçando pelos objetos
Vou errando mas ainda busco
O acerto que há tarde
De me consolar & definir

Não busco compreensão
Nem peço a sua...
Nem seduzo ninguém
É tudo fractal

A parcela parece o todo
Mas tudo é tão pouco!
Minha ambição é tão além
É algo até - além mar
Mas sonho a praia & a ilha

Meu oásis no deserto
Me nega a água - me nega a fruta
Nem de fome e sede morrerei
Mas sinto a dor do ferimento

O que mais posso dizer ?
Num carnaval qualquer
De alegrias tão falsas
Um bolo tão doce como
Tão doce deveria ser a vida...

Podia ser uma festa!
Mas faltou o melhor (eu senti)
Faltou todos que prezo
Percebo
O que vocês pensam sobre min ?
Podem falar - não sofro com tão pouco

Mas espero a volta e meia
Te espero qualquer dia
Salve Selene & Apólo
Que todos nós seremos felizes!

por Fábio R. - 20 a 21/02/1998 -revisto e redigitado 16fev06.
Postar um comentário

Pesquisa