4 de outubro de 2006

Censura USA 2006

Você se considera bem informado? Lê jornal? Assiste Tv?

Bem... saiba que nossa mídia não é muito confiável. Por isso tento compensar conversando com os que sabem mais do que eu, dando atenção para e-mails de colegas antenados e acessando alguns saites alternativos. No CMI apareceu a seguinte noticia: As 25 histórias mais ocultadas nos USA em 2006 . Veja no linque: http://midiaindependente.org/pt/blue/2006/09/361125.shtml

Algumas das notícias censuradas:
"Temas "top" 2007

Estes são os temas "top" do informe 2007, que podem ser lidos (em inglês) na página web do Projeto: http://www.projectcensored.org/, cujas traduções ao castelhano se publicarão na
Argenpress:

-1. O futuro de Internet, um debate Ignorado pelos grandes meios: Companhias de cabo como AT&T, Comcast, e Verizon estão apoderando-se da Internet através de leis, e sentenças judiciais para que perca seu caráter democrático, e oferecer, em troca, um duplo serviço, um caro e rápido à classe média de ricos, e outro de segunda classe para os pobres, mas com intervenção corporativa nos conteúdos.

-2. Halliburton vendeu tecnologia nuclear ao Irán: o jornalista Jason Leopold, de Global Research.Ca, denunciou em agosto de 2005, que a companhia, dirigida pelo vicepresidente Dick Cheney vendeu os componentes mais importantes para um reator nuclear ao seu colega Oriental Oil Kish, uma das maiores corporações iraníes de desenvolvimento petroleiro.

-3. Os oceanos do mundo estão em extremo perigo: Os estragos locais são agora pandêmicos: os oceanos estão mudando de maneira calamitosa, segundo dados da oceanografia, biologia marinha, meteorologia, ciência da pesca, e
glaciologia.

-4. Aumentam a fome, e o desamparo nos USA: Continuou crescendo em 2005 a quantidade de pessoas famintas, e sem lar, nas cidades norteamericanas, a despeito da proclamada melhora da economia, segundo o relatório anual da
Conferencia de Prefeitos de EEUU.

-5. Genocidio 'High-Tech' no Congo: Até sete milhões de pessoas têm morrido no Congo desde 1996, segundo o Coordenador da ONU para Alívio de Emergências, como consequência das invasões e guerras patrocinadas pelas corporações, que desejam controlar sua riqueza mineral, em particular os metais coltan, e nióbio, utilizados na produção de telefones celulares, e na
eletrônica de alta tecnologia, ademais do cobalto, essencial para as indústrias nuclear, química, aerospacial, e de armas, sem deixar de lado os
tradicionais diamantes, estanho, cobre, e ouro.

(...)
19. A destruição da Floresta Amazônica é pior, e para sempre: Os novos desenvolvimentos da tecnologia de imagem de satélite revelam que a reflorestação da Amazonia mascara uma destruição duas vezes mais rápida, segundo Gregory Asner, científico de Carnegie, autor de estudos, e profesor asistente de geologia, e ciências ambientais da Universidade de
Stanford.

-20. Água em garrafa - Um problema ambiental global: Os consumidores esbanjam coletivamente 100 bilhões de dólares ao ano em água de garrafa de qualidade duvidosa (em 2004 um 57% mais que em 1999), cujo engarrafamento gera lixo, consume energia, e também não resolve os problemas de um bilhão e cem milhões de pessoas que necesitam de um suprimento seguro de água.

etc...etc.... "

O Brasil não está muito atrás em termos de censura. O curioso que a censura ocorre de maneira "encoberta" - Ou seja, a notícia chega a ser divulgada, mas sem destaque e sem permitir comentários / desmentidos /reflexões, apagada no meio do excesso de mídia que somos obrigados a engolir. Sugiro ler as outras noticias do CMI Brasil e leia a seguinte notícia que li esta semana no saite do Estadão: "Urna eletrônica é segura? - "A falta de segurança da urna eletrônica não é apenas hipotética. É só que o TSE e a maioria dos políticos, como os banqueiros, preferem não divulgar as falhas aos gritos" de Pedro Doria
http://www.link.estadao.com.br/index.cfm?id_conteudo=8867
Postar um comentário

Pesquisa