22 de abril de 2007

A Ilha

Finalmente assisti o tão comentado filme "A Ilha", que tem alguns elementos do clássico "Admirável Mundo Novo" de Aldous Huxley. Me lembrou também um antigo gibi, que adorei, "O Mundo de Krypton" de John Byrne, mas vale principalmente pelas várias cenas de perseguições, simplesmente perfeitas - Uma delas, numa auto-estrada, consegue a façanha de superar Matrix 2.


Neste gibi ocorre a mesma discussão levantada pelo filme "The Island" - É justo usar órgãos de clones para prolongar a vida humana? Clique no link para ler excelente resenha sobre o filme que fala, rapidamente, sobre as implicações político-religiosas desta questão. Em tempo: creio que o filme não prega contra as pesquisas com células tronco e clonagem, mas serve como alerta para os limites éticos da pesquisa médica.
Postar um comentário

Pesquisa