5 de abril de 2007

Quinta-feira santa

Para mim é o dia da humildade. Antigamente era comemorado como quinta-feira santa e se lembrava a cerimônia do Lava Pés.

Na postagem anterior eu escrevi que fui promovido "várias vezes" na empresa de transporte... Nem foram tantas asssim. Tentando ser adequadamente humilde corrigi para "algumas vezes" - Oficialmente foram 3 promoções, mas na prática fui "promovido" de função umas 5 vezes - A última foi quando, pouco antes de sair da empresa para trabalhar em escolas, fui escolhido pelo encarregado de setor para representá-lo numa reunião de "chefes" em Varzea Grande. Foi uma experiência inesquecível.

Fiz alguns textinhos hoje, ainda inspirado por meu aniversário.

Poema antes da chuva

Saio para enfrentar o dragão
E ele é feito de chuva
Me assusta
Mesmo eu não tendo medo da água

Ele sopra
E o vento parece uma arma
Que destelha e arrasta
Arrasta até aviões, tão pesados


Ele é de fogo - às vezes
vemos relâmpagos
E ele é chuva. As enchentes tomarão as ruas

A cidade inteirao teme, o Dragão
espera por ele, aguarda e sabe.
Mesmo assim - todos saem de casa
Para enfrentá-lo.


E a sina. Há outros inimigos
ainda mais terríveis
As contas, as obrigações e o tédio de todas as horas.

E, afinal, quero comemorar. Ninguém pode ser feliz sem lutar.

Poema feito depois

Muita vez
Quando enfrentamos perigos
Eles se assustam
E vão embora

Minha força se reafirma.


Trinta e um outonos

A vida após 31 outonos
Tem outra cor

A gente nem percebe a mudança,
tão gradual

Mas meus olhos não são mais os mesmos.
Postar um comentário

Pesquisa