24 de abril de 2007

Post do site www.sovacodecobra.com.br

Apenas copio um post do site www.sovacodecobra.com.br
Veja o original em: http://www.sovacodecobra.com.br/2003/08/

Yaô

Este lundu de Pixinguinha com letra de Gastão Vianna possui diversas gravações, desde o próprio Pixinguinha no vocal, passando pelo João da Bahiana, Elizeth Cardoso - no disco Uma Rosa para Pixinguinha, minha gravação preferida - até João Bosco.

Para entender um pouco a letra, cheia de palavras de origem africana inseridas pelo Gastão Vianna, segue a explicação de alguns trechos segundo a contra-capa do disco Gente da Antiga, de autoria do Hermínio Bello de Carvalho:

João da Bahiana explica: “Yaô são filhas de santo do terreiro. Aquicó é o galo, peru adié a galinha. Isso quer dizer: o galo com as galinhas no terreiro fazem inveja pros rapazes solteiros. Jacutá de preto véio: casa de babalaô. Oxóssi é São Sebastião. Vamos saravá Xangô: vamos saudar São Jerônimo”. Eis a letra:

OxóssiAquicó no terreiro
Peru adié
Faz inveja pra gente
Que não tem mulher
(Bis)

No jacutá de preto véio
Há uma festa de yaô
(Bis)

Ôi tem nega de Ogum
De Oxalá, de Iemanjá

Mucama de Oxossi é caçador
Ora viva Nanã
Nanã borocô
(Bis)

Yô yôo
Yô yôoo

No terreiro de preto véio, iaiá
Vamos saravá (a quem meu pai?)
Xangô
(Bis)



Clementina de Jesus, Pixinguinha e João da Bahiana

do mesmo site retiro capa do disco Gente da antiga com Clementina, Pixinguinha e Donga.
Postar um comentário

Pesquisa