28 de junho de 2008

Projeto "Olhar o Céu" (para curso Astronomia: das estrelas à sala de aula)

Descrição do projeto – Uso de softwares de simulação e pesquisas pela internet para desenvolver o hábito de olhar o céu, conhecer as constelação e ampliar a visão de mundo, aprendendo o que é o universo.


Justificativa – Este projeto responde à riqueza dos estudos que acompanhei no curso “Das Estrela à Sala de Aula” e se adequa às propostas pedagógicas de minha Unidade Escolar, que procura valorizar o estudo de ciências em articulação com as outras disciplinas e com constante preocupação em estimular a leitura e a escrita.

Objetivos - Na cidade de São Paulo muitos deixaram de olhar o céu; até para saber se vai chover se recorre muito mais às informações da mídia. Usando a multimídia, principalmente os programas Stellarium, Observatório Astronômico, Google Earth e o navegador de internet Firefox vamos desenvolver atividades para que os alunos voltem a olhar o céu real. Estas atividades envolverão desenhos manuais de observação e textos, que serão posteriormente reescritos em forma de obras artísticas ou reportagens para o blog da nossa escola: http://radiograciosa.multiply.com .

Organização dos tempos e espaços da aprendizagem - Este projeto terá como espaço de espraiamento a Sala de Informática Educativa da escola, mas deverá se desenvolver também na Sala de Aula e fora da escola, com os alunos sendo convidados a observar o céu real e fazer anotações, que poderão ser textos ou desenhos, de acordo com combinados com os professores das turmas. Cada turma da escola tem uma aula semanal de informática.

*

A pesquisa se inicia na Sala de Informática Educativa, com as palavras chaves “constelações” e “sistema solar”.
*

No segundo momento os estudantes e professores exploram o software Observatório Astronômico, escolhendo uma constelação visível no céu numa data de observação.
*

Na data marcada o aluno observa e anota a observação, usando referências combinadas com os professores de ciências e geografia.
*

Para fazer comparações e conhecer alternativas, os estudantes também explorarão os softwares gratuitos Stellarium e Google Earth.
*

Após a vista pelos professores das anotações dos alunos, eles poderão escrever textos de diferentes gêneros textuais: poesias, relatórios, reportagens. Para ajudarem a terem idéias faremos estudos na internet sobre os mitos relacionados com as constelações. Com auxílio da professora da Sala de Leitura iremos também indicar livros com histórias mitológicas e livros científicos que os alunos poderão emprestar para lerem em casa.

Nossa previsão é que este projeto se estenda por um mês, podendo este prazo ser prorrogado. Também poderá ser retomado em qualquer momento, com as mesmas turmas, já que há um conteúdo muito rico a ser explorado.


Organização Curricular – O foco é desenvolver o estudo de ciências de uma maneira leve e divertida, e isto acontecerá em articulação com todas as outras disciplinas, sempre privilegiando a leitura e a escrita. Com os professores de língua portuguesa e artes vamos organizar atividades de criação artística e reescrita a partir das anotações originais dos alunos. Com os professores de matemática poderemos montar um debate sobre os números e as proporções do universo; com o professor de Ciências, entre outros temas possíveis, Astronomia e Biologia; com o professor de Geografia localização e composição do nosso planeta Terra, em comparação com outros planetas e com as estrelas. O professor de História poderá propor pesquisas sobre a história por trás dos mitos e relacionar as constelações com as Grandes Navegações, por exemplo. Para as aulas de Inglês uma além da tradução de textos pode-se trabalhar com a pronúncia usando com estímulo a análise e tradução de músicas relacionadas com o tema, como o clássico Starman de David Bowie. Como o projeto será aplicado na Sala de Informática com o professor regente da turma, que poderá ser de qualquer disciplina, eles também poderão sugerir e planejar atividades ou sub-temas de pesquisa relacionados com o projeto.


Avaliação – Toda produção dos alunos será avaliada pelos próprios alunos e pelos professores regentes de cada turma, de acordo com a disciplina relacionada. Algumas atividades poderão ser avaliadas por mais de um professor, inclusive rendendo notas extras como forma de estímulo indireto. O estímulo direto é a beleza do céu e a riqueza da aprendizagem. Nossa intenção é publicar todo o material em nosso blog escolar e dar destaque às melhores obras numa pequena exposição, que estará aberta para visita dos pais e da comunidade. Nesta exposição utilizaremos um computator com datashow para mostrar o blog escolar e os softwares que utilizamos.


poie Fábio

Postar um comentário

Pesquisa