15 de maio de 2006

SP EM ESTADO DE SÍTIO VIRTUAL

Estamos vivendo um estado de sítio virtual por imposição do crime, que aqui é organizado. Um fenômeno de nosso tempo, que eu chamo de “efeito 11/09”, é que a gente não acredita muito no que aparece na tv (pelo menos, eu não acredito!) - Lembro quando houve o ataque ao WTC, a imagem era tão fantástica (eu vi praticamente ao vivo!) que parecia uma produção de hollywood. Pois estamos vivendo o mesmo hoje. Apesar de ter visto a notícia na tv, uma colega minha disse que levou um susto ao ver um ônibus queimado na rua de sua casa. Hoje à tarde, a área comercial da região onde moro abaixou as portas, funcionários e alunos foram dispensados – O clima de terror dominou. E tudo baseado em ameaças! Em regiões próximas dizem que houve saques, mas desconfio que seja boato.


De manhã, cheguei a comentar com meus alunos este absurdo. A organização do crime, infelizmente, é superior à organização de nosso governo/polícia. Enquanto o poder oficial ainda está preso a um sistema hierárquico linear e lento; o crime pesquisa livros sobre Gandhi, Che Quevara e teorias de intectuais modernos para agir com estratégias de marketing, manipulação ideológica, táticas de guerrilha e em rede neural, rápida, auto-gerida e terrívelmente eficiente.


(para se ter uma idéia do nível de manipulação ideológica, alguns líderes criminosos se consideram “presos políticos” e não reconhecem a cadeia como um sistema de reinserção social – será que estão certos? - é claro, a função de nossa prisão atual é punir - mas nem isto faz direito...)


Nosso governo, se de fato quer ser governo, precisa mudar. Precisa ser organizado também, combater a corrupção (que é um apoio corporativo ao crime) e reformular a legislação – para de fato, como diz o lema do “pcc”, trazer PAZ, JUSTIÇA E LIBERDADE para todos. O crime não pode prevalecer. Digo NÃO ao poder paralelo. O verdadeiro poder tem que estar nas mãos do povo, mas, para tanto, o melhor caminho não é revolta armada, mas sim a educação.

Postar um comentário

Pesquisa